Orgânico, natural ou integral: existe diferença?
0

Com certeza! E você precisa ter cuidado para não comprar uma coisa, achando que é outra. Tem muita gente que age de má fé, e vende produtos naturais como se fossem orgânicos, criando uma grande confusão na cabeça das pessoas. Então vamos entender alguns fatos.

O QUE SÃO ALIMENTOS ORGÂNICOS

seloorganico1

 

São vegetais, aves, carnes, laticínios e ovos livres de agrotóxicos, antibióticos e hormônios de crescimento. Ao contrário dos alimentos “naturais”, os orgânicos têm garantia de procedência e passam por uma rigorosa fiscalização do governo antes e durante a produção. Por isso, sempre que você comprar um produto com o selo abaixo, pode ficar tranquilo: ele realmente foi produzido sem nenhuma química ou manipulação genética.

Vale destacar: além de serem mais saudáveis e saborosos, os alimentos orgânicos também respeitam os diretos do trabalhador e beneficiam o meio ambiente. Nas fazendas orgânicas, não são permitidas a mão-de-obra infantil, as jornadas de trabalho respeitam as leis trabalhistas e os agricultores não correm o risco de serem contaminados por pesticidas. Além disso, essa cadeia produtiva respeita o solo e os mananciais de água, preservando a fauna e a flora locais.

 

 

O QUE SÃO “ALIMENTOS NATURAIS”

São todos os produtos que vieram da natureza, o que não quer dizer que sejam livre de agrotóxicos. E é aí que está a pegadinha: você jura que está comprando frutas, legumes e hortaliças produzidos sem veneno ou agrotóxicos. Na prática, no entanto, não existe nenhuma garantia que isso seja verdade. Você pode estar comprando produtos com menos resíduos químicos? Pode! Mas também pode estar levando pra casa um produto da agricultura tradicional, cheio de aditivos e agrotóxicos, a um preço mais alto, só porque alguém disse que ele não tem veneno. É como naquela propaganda clássica dos anos 80: nesses casos, “la garantia soy yo”.


 

O QUE SÃO ALIMENTOS INTEGRAIS

Esse termo inclui produtos que estão o mais perto possível de sua forma original. Por isso, são livres de produtos químicos, aditivos e conservantes. Além disso, alimentos integrais não tem adição desnecessária de açúcar ou sal, ingredientes diretamente relacionados à obesidade e pressão arterial elevada.

 

 

O QUE DEVO COMPRAR?

Se você estiver verdadeiramente interessado em ter uma alimentação mais saudável, prefira os alimentos orgânicos certificados e/ou integrais. Estes produtos têm garantia de procedência e realmente são produzidos sem agrotóxicos e outros produtos químicos. Por isso, eles realmente ajudam a melhorar o seu metabolismo, reduzem o risco de alergias alimentares e otimizam o funcionamento do seu organismo como um todo.

 

divisaoCOMO  INTERPRETAR O RÓTULO DE UM ALIMENTO ORGÂNICO PROCESSADO?

Existem três denominações possíveis nesses casos: 1) 100% orgânico — alimento que possui todos os ingredientes certificados. 2) Alimento orgânico — contém 95% de ingredientes orgânicos. Cinco por cento destes ingredientes pode ser não-orgânicos, mas não podem conter sulfitos*. 3) Para ser rotulado como “feito com ingredientes orgânicos”, o alimento deve conter pelo menos 70% de ingredientes orgânicos . Os restantes 30% de ingredientes podem ser não-orgânicos, mas não podem conter sulfitos.

* Sulfito —substâncias que evitam o desenvolvimento de microrganismos e ajudam a manter a cor original dos alimentos. Em doses exageradas podem ter efeitos indesejáveis, provocando dores de cabeça e abdominais, náuseas, vómitos e diarreia, bem como reações asmáticas graves e, em casos extremos, a morte. O IARC (International Agency for Research on Cancer) qualificou os sulfitos como “não classificados quanto à sua carcinogenicidade em humanos”, o que levanta suspeições quanto ao seu potencial cancerígeno.

divisao

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

TOP

X
1
Olá, caso precise de ajuda, vou redirecioná-lo para o WhatsApp. Se estiver num computador irei redireciona-lo para o WhatsApp Web.
Powered by