Alerta: a cor do ovo não quer dizer nada pra sua saúde
0

Você acha que todo ovo de casca vermelha é caipira? Então cuidado! Você corre o risco de estar ingerindo hormônios e substâncias químicas sem saber.

Guaíra Flor

De vilão da dieta, os ovos passaram a ser recomendados em coro por nutricionistas, nutrólogos e profissionais de saúde. Está comprovado: ele é rico em proteína, tem alto valor nutritivo, baixa caloria (70 quando cozido) e possui vitaminas essenciais para a saúde (veja quadro sobre os benefícios do ovo para saúde).

O que pouca gente sabe é que não pode julgar um ovo pela cor da casca. Eu mesma ia pro supermercado — crente que era a pessoa mais saudável do mundo — porque só comprava ovos de casca vermelha (que na verdade são é marrons). Para mim, todo ovo daquela cor era caipira e, portanto, não tinha hormônios. Pois bem, eu estava errada.

Depois de comer muito ovo de casca vermelha achando que era caipira, fui alertada por uma feirante que a única diferença entre esses ovos e os brancos era a cor da galinha (isso mesmo!!). Funciona assim: aves de pena branca botam ovos brancos e aves de pena vermelha botam ovos vermelhos. E isso não tem nada a ver com serem ou não caipiras.

Intrigada com o assunto, fui conversar com o pessoal da Associação de Produtores Orgânicos do Lago Norte (AgroOrgânica), aqui do DF. Eles me ensinaram que a cor do ovo não é importante. Fundamental mesmo é entender a origem de cada um deles. E aqui vão as explicações:

OVOS DE GRANJA — o nome engana. Quando a gente pensa em granja, imagina galinhas sendo em um ambiente cercado, mas amplo, como nas revistas do Chico Bento. Mas a história é bem diferente. Os ovos de granja são produzidos em um esquema de produção industrial, no qual as galinhas vivem confinadas em pequenas gaiolas, sem poder ciscar livremente. Para produzirem mais, elas têm seus bicos cortados (debicagem) para comerem mais e, assim, colocarem mais ovos. E atenção! É desse tipo de criação que vêm aqueles ovos chiques, enriquecidos com ômega três, vitamina A e sem colesterol. Eles são resultado de uma alimentação diferenciada das aves, que comem rações especiais após terem os bicos cortados para não rejeitar ou desperdiçar o alimento. Pense nisso na hora de comprar.

OVOS CAIPIRAS —produzidos por galinhas que devem ser criadas fora de gaiolas, ciscando livremente. Os animais não podem tomar remédios que estimulem o crescimento e nem antibióticos. A única ressalva é que sua alimentação pode ser geneticamente modificada. Mas esse é um problema pequeno, visto que as galinhas são tratadas com, digamos … muito mais dignidade.

OVOS ORGÂNICOS —são produzidos por galinhas que vivem soltas e recebem uma alimentação 100% orgânica, ou seja, sem agrotóxicos e fertilizantes químicos. Elas também não recebem hormônios para crescer mais e nem podem usar remédios ou antibióticos durante a vida. Graças a essas exigências, o ovo orgânico não vem com qualquer resíduo químico. São, portanto, os ovos mais ricos ácido fólico, ferro, zinco e fósforo. Sem falar que possuem até quatro vezes mais vitamina A do que os das granjas industriais. Se eles são mais caros? Aqui em Brasília, uma dúzia de ovos orgânicos custa entre R$ 2 e R$ 3,50 mais caro que os de granja. Cabe a você decidir se vale ou não a pena pagar a diferença.

 

divisaoOvo é bom porque é rico em…

indioVitamina A — tem efeito antioxidante, ajudando a proteger as células da ação danosa dos radicais livres, o que auxilia a retardar o envelhecimento celular precoce. Essa vitamina também é essencial à visão.

Vitamina B: auxilia na melhora da memória e da concentração, auxiliando na prevenção da doença de Alzheimer.

Vitamina B2: ajuda o corpo converter alimentos em energia e promove o crescimento.

Vitamina B12: essencial para a produção de hemácias, as células vermelhas do sangue.

Vitamina E: combate os radicais livres que podem causar dano tecidual e celular.

Gorduras do bem: a gema do ovo contém gorduras do bem (a monoinsaturada e ômega 3), que ajudam a controlar o nível de açúcar no sangue e por isso transmitem uma maior sensação de saciedade.

Albumina: o ovo é excelente para quem pratica exercícios. A clara é riquíssima em albumina, proteína de alto valor biológico que evita a perda de massa magra, auxilia na manutenção da força muscular e contribui para a formação da musculatura.

 

divisao

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

TOP

X
1
Olá, caso precise de ajuda, vou redirecioná-lo para o WhatsApp. Se estiver num computador irei redireciona-lo para o WhatsApp Web.
Powered by