5 mitos sobre alimentação
0

Se você acha que ovo aumenta o colesterol e suco verde é o melhor detox, você precisa ler essa matéria

 

Janeiro é mês de definir as metas do ano. Se você começou 2017 disposto a ter uma alimentação mais saudável, precisa ficar atento a alguns mitos espalhados sobre o assunto na internet. A rede mundial dos computadores tornou mais fácil do que nunca espalhar a desinformação — muitas vezes com a melhor das intenções. Dietas milagrosas e preconceitos alimentares anteriormente espalhados através do boca-a-boca nos clubes e nos intervalos do trabalho, agora se espalham como fogo através de redes sociais. Para ajudá-lo a não cair nessas armadilhas, identificamos os 5 mitos mais comuns relacionados à alimentação:


Mito 1: Carboidratos são ruins para você

carboidratos

Cortar carboidratos (especialmente carboidratos processados) pode ser uma decisão viável para a perda de gordura, além de ajudar a diminuir a sensação de fome. Mas se você cortá-los definitivamente da sua vida, ficará sem energia e — assim que comer o primeiro pedaço de pão — terá uma fome de carboidratos difícil de ser saciada. Justamente por isso, a maioria das pessoas que se submete à dietas sem carboidrato enfrentam o temido “efeito sanfona”, e voltam a engordar depois.

 

A Verdade: Os carboidratos foram rotulados de vilão por tempo suficiente. Eles são fundamentais para o bom funcionamento do organismo, mas devem ser comidos com moderação

 

Mito 2: Gorduras sempre fazem mal à saúde

bancon

Quando você come gordura, você acumula gordura. Certo? Nem sempre! Existem gorduras boas, que precisam ser ingeridas com frequência, como o ômega-3 e ômega-6. Então, dieta livre de gordura não é sinônimo de saúde. No fim das contas, a gordura trans é o único tipo de gordura que se mostrou comprovadamente prejudicial para a saúde. Elas estão presentes principalmente nas margarinas (creme vegetais), um alimento que você deveria evitar a todo custo. Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, mais vale apostar na manteiga, que é muito mais saudável e prejudica bem menos o coração.

 

A Verdade: Se você comer muitas calorias num dia vai engordar, mesmo que tenha tirado toda a gordura da dieta. Além disso, sem ingerir gordura boa você não perderá peso — especialmente porque a falta de gordura pode diminuir a sua produção de testosterona, hormônio que ajuda a manter o metabolismo em alta. Quer emagrecer com saúde? Aposte em alimentos ricos em ômega-3 e ômega-6, como o salmão e o abacate.

 


Mito 3: Proteína faz mal para os ossos e os rins

fontes-de-proteina-2

Carboidratos e gorduras muitas vezes assumem a culpa por vários problemas de saúde, mas o terceiro macronutriente vítima de difamação são as proteínas, equivocadamente acusadas de provocar danos nos ossos e nos rins.
A Verdade: A proteína, mesmo em grandes quantidades, não é prejudicial aos seus ossos. Também não é prejudicial aos rins, a menos que você sofra de uma condição pré-existente, com a predisposição para desenvolver cálculo renal.

 

Mito 4: Gema de ovo aumenta o colesterol

gema-de-ovo

Os ovos foram demonizados porque suas gemas, que são riquíssimas em nutrientes, contêm altos níveis de colesterol. Isso te assusta? Não deveria, porque comer alimentos ricos em colesterol não é sinônimo de níveis elevados de colesterol na maioria das pessoas. Pesquisas recentes descartaram a associação dos ovos com doenças cardiovasculares, exceto talvez em algumas pessoas com condições pré-existentes específicas (como diabetes ou hiperglicemia).

 

A Verdade: Os ovos são uma grande fonte de proteínas, gorduras e outros nutrientes. Sua associação com colesterol elevado e doença cardiovascular tem sido severamente exagerada. Tanto que nossa consultora de saúde, a Dr. Bruna Pilatuga Otanni, recomenda comer pelo menos um ovo por dia, no café da manhã. Afinal, eles aumentam a sensação de saciedade e possuem grande quantidade de proteína.

Mito 5: Faça detox alimentar sempre que puder

green-juice
As dietas detox têm por objetivo “limpar “o organismo de resíduos tóxicos que ingerimos regularmente em nossas saladas (agrotóxicos), nos embutidos (conservantes) e em alimentos industrializados. Supostamente, depois de alguns dias tomando o famoso “suco verde”, seu organismo ficaria limpo. Bom, essa é uma meia verdade. O fígado, os rins, os pulmões e outros órgãos já trabalham o tempo todo para remover substâncias nocivas e eliminar os resíduos tóxico do nosso organismo. Esses sucos dão uma força nesse trabalho, mas em excesso podem sobrecarregar o fígado e atrapalhar o seu funcionamento. Por isso, você pode até tomar um suco todo dia, mas não pode substituir todas as refeições do dia por ele.

 

A Verdade: Melhor do que fazer uma “faxina” no organismo é mantê-lo sempre limpo. Concentre-se em hábitos de saúde sustentáveis, priorizando alimentos orgânicos, já que eles são cultivados sem nenhuma substância química ou hormônios. E lembre-se: folhas verdes escuras e alimentos repletos de vitaminas e minerais fazem muito bem para sua saúde. Estejam eles na salada, num prato quente ou no suco verde.

—–
Essa matéria é um resumo do texto The top 17 nutrition myths of 2017”, publicada pelo portal Examine.com. Acesse a íntegra da reportagem: https://examine.com/nutrition/awful-nutrition-myths/

 

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

TOP

X
1
Olá, caso precise de ajuda, vou redirecioná-lo para o WhatsApp. Se estiver num computador irei redireciona-lo para o WhatsApp Web.
Powered by